13Jan
estratégia de estudo para se tornar fluente em inglês

Quanto tempo demora até você ser fluente em inglês?

Se você já é estudante da língua inglesa e participa de encontros corporativos onde ela é falada certamente já deve ter notado a necessidade de dominá-la melhor. Atualmente, um dos requisitos para vagas de maior importância é ter o inglês na ponta da língua. Ou seja, não basta apenas entender um termo ou outro. Nesse sentido, para ser fluente em inglês com mais rapidez tudo irá depender exclusivamente da sua dedicação durante o processo de aprendizado. Prossiga a leitura e veja tudo o que é preciso saber sobre esse assunto!

O que fazer para ser fluente em inglês?

o que fazer para ser fluente em inglês

Desde o aprendizado do verbo “to be” até o domínio completo do inglês existe uma questão chamada “tempo”. Para alcançar o sucesso com a língua, o melhor a ser feito é saber utilizá-lo de maneira eficiente. Recorrer a bons métodos de estudo, evoluir de forma progressiva com as atividades de aprendizado, calcular uma média que se deseja atingir são boas maneiras de chegar até a conquista do conhecimento total.

Na sequência, separamos algumas boas maneiras:

Trace metas realistas

Assim como as matérias escolares, o inglês exige disciplina e uma hierarquia de aprendizado. Para garantir que você seja fluente em inglês com mais agilidade reforce o máximo que puder a parte básica do idioma. Assim, será possível ter a segurança necessária para progredir sem ficar pensando: “Será que deixei algo muito importante para trás e não apliquei?”.

As metas realistas, nessa medida, funcionam como um ponto de partida para o exercício de prática contínua e crescente da língua. Para executá-las, será fundamental incluir uma visão crítica sobre você mesmo. Responder a uma série de perguntas pode tornar a estratégia mais fácil e contribuir para uma verdadeira “escalada” no entendimento. Veja algumas delas:

  • quantas horas você pode dedicar ao estudo da língua por dia?;
  • qual é seu objetivo em ser fluente em inglês?;
  • qual é o número máximo de revisões que você pode fazer por semana?;
  • de que forma o conteúdo pode ser aplicado no seu cotidiano?;
  • como o inglês reconfigura sua estratégia profissional?

Reconheça qual é a melhor estratégia de estudo

homem estudando para se tornar fluente em inglês

Depois de já ter pensado sobre a respostas das perguntas que colaboram para suas metas, chega-se a este ponto. Aqui, a ideia é compreender qual é a melhor forma de estudo para que o conteúdo possa ser absorvido de forma simples. Para isso, o recomendado a ser feito é explorar, ao máximo, os sentidos. Por exemplo, existem pessoas que têm mais facilidade em memorizar aquilo que ouvem, enquanto outras focam mais no que veem. Embora sejam fatores distintos, em algum ponto eles também podem se conectar.

Assim, estruturar mapas mentais com a matéria desenvolvida durante a semana ou áudios são exemplos de metodologias para ser fluente em inglês.

Quais são os possíveis níveis de fluência?

A fluência na língua inglesa é capaz de ser atingida em diversos níveis. Na sequência, separamos quais são eles.

1- Básico

Como o próprio nome já diz, neste nível a pessoa já aprendeu como “se virar”. Isso é, ela consegue desenvolver o suficiente para não passar por situações difíceis. Desta forma, encontra-se apta para lidar com situações rotineiras.

2- Funcional

Diferente do anterior, este patamar de fluência em inglês é condicionado a uma atividade. Isso é, a aplicação do inglês é direcionada ao desenvolvimento de um serviço ou obrigação. Portanto, uma pessoa fluente em inglês funcionalmente tem competência de resolver requisitos do trabalho e demandas do cotidiano.

3- Independente

Um indivíduo fluente em inglês de forma minimamente independente possui vocabulário suficiente para evoluir em conversas, formais e informais. À vista disso, destaca-se o desempenho da boa precisão estrutural de colocação de palavras em sentenças.

4- Completo

A fluência completa diz respeito à capacidade de usar o idioma em todos os níveis anteriores sem dificuldades. Sendo assim, trata-se de uma forma que não está condicionada ao campo de trabalho ou ciclo de amizade, como ocorre no funcional e mínimo.

5- Nativo/bilíngue

O nível nativo consiste na total habilidade com a língua e suas expressões. Em outras palavras, a pessoa bilíngue tem a qualificação suficiente para fazer uso da língua tal qual um nativo de uma região onde fala-se inglês.

Conheça a Brava Training!

Outra dica para quem deseja ser fluente em inglês é investir em aulas com profissionais bem qualificados para a orientação. A Brava Training disponibiliza cursos regulares e cursos com foco específico para quem deseja se tornar fluente em inglês o mais rápido possível! Não deixe de conferi-los.

Se você gostou deste artigo, não deixe de consultar os outros conteúdos que já preparamos para você em nosso blog!

Compartilhe:

Posts RecentesCategoriasTags